Afortunado

Controle Financeiro Pessoal

Sete regras de ouro de como controlar o seu dinheiro

Um dia desses participei de uma conversa informal sobre dinheiro e riqueza com alguns colegas de trabalho. ‘Dinheiro não trás felicidade’. Foi a conclusão a que chegaram. Será?

Dinheiro não garante a felicidade, mas se você souber usá-lo, pode ser fator determinante. Vamos pensar em alguns exemplos práticos em que dinheiro pode trazer bastante felicidade ou pelo menos pode ajudar a evitar muito sofrimento:

  • Primeiro caso: Dois homens estão doentes e precisam de cuidados médicos. Um deles trabalhou duro, economizou e investiu o excedente de sua renda durante toda a vida. Hoje conta com uma boa reserva financeira. O outro também trabalhou duro, mas não soube guardar e hoje não conseguiu formar poupança. Qual dos dois está se sentindo melhor diante do problema de saúde?
  • Segundo caso: Dois homens acabam de ser demitidos da mesma função na empresa em que trabalhavam. Um deles tem reserva financeira que lhe permite até mesmo se aposentar e viver da renda de seus investimentos, enquanto o outro não tem dinheiro para sobreviver até o final do mês. Qual dos dois se sente mais seguro diante da surpresa da demissão?
controle financeiro através de indicadores de desempenho

controle financeiro através de indicadores de desempenho

Isso só para citar dois exemplos, porque a noite é uma criança e eu poderia ficar aqui citando inúmeras outras situações. O fato é que dinheiro traz conforto, tranqüilidade, abre possibilidades, traz escolhas, segurança. A união de todos esses sentimentos significa felicidade.

O grande problema está no fato das pessoas não saberem o que fazer com o dinheiro quando se vêem diante dele. Tomam decisões erradas, gastam, emprestam para amigos, compram presentes caros e desnecessários. Poucas pessoas entendem uma frase que digo sempre: o dinheiro não foi feito para gastar.

Quanta história não se vê por ai de pessoas que ganham dinheiro na loteria e menos de um ano depois estão em situação pior do que estavam antes de ganhar o prêmio. Isso é a falta de educação financeira. Nem os pais, nem a escola deram subsídios para que o sujeito soubesse que rumo dar ao próprio dinheiro.

Pois bem, vamos tentar tirar parte desse atraso apresentando algumas regras básicas de como lidar com o dinheiro.

  1. Guarde 10% do que conseguir ganhar para investir;
  2. Todo rendimento advindo de seus investimentos devem ser reinvestidos;
  3. Nunca gaste mais do que ganha, NUNCA;
  4. Fuja dos financiamentos com parcelas pequenas e juros altos;
  5. Se ganhar algum dinheiro na loteria, guarde uma parte na poupança, como reserva e invista o restante em títulos públicos, fundos de investimentos ou ações;
  6. Não compre casa na praia, nem carro de luxo, só trazem despesa e tiram dinheiro do seu bolso tão rápido quanto um piscar de olhos;
  7. Não empreste dinheiro para parentes e amigos, a menos que não se importe em não receber de volta.

Agora me diga: o que você acha dessas regras? Acredira, como eu, que elas podem fazer diferença no seu futuro? Você saberia citar mais algumas dicas que complementem a lista? Gostaria de contar com a opinião de todos nos comentários.

Fonte: http://www.produzindo.net/7-regras-basicas-para-lidar-com-dinheiro/

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*